In news

A petrolífera italiana Eni fez na passada terça-feira (14/01), o primeiro teste em água, da plataforma flutuante do projecto Coral Sul, que vai produzir Gás Natural Liquefeito (GNL) na área 4 da Bacia do Rovuma. 

De acordo com o jornal O País, o navio possui cerca de 430 metros de cumprimento, 66 de largura e 42 metros de altura, e depois do primeiro teste, prevê-se igualmente, o início da montagem do equipamento necessário para o arranque da produção de gás natural em 2022.

Mas só em finais de 2021 é que esta infra-estrutura que está a ser montada na Coreia do Sul será rebocada para Cabo Delgado, um processo que terá a duração de pelo menos um mês. Chegada ao país, a plataforma será encaixada em poços que estão a ser abertos desde Setembro de 2019 nas águas profundas da Bacia do Rovuma para a extracção do gás natural. 

Por cima da plataforma será montado um complexo residencial com capacidade para acolher 350 pessoas, escritórios, áreas de lazer, entre outros compartimentos, um trabalho a ser feito no próximo dia 16, segundo a Eni. Na fase de operação, o projecto Coral Sul contará com cerca de 200 trabalhadores.  

Refira-se que o volume de investimento do projecto Coral Sul foi de oito mil milhões de dólares, e espera-se que o projecto produza 3.4 milhões de toneladas por ano.

Recommended Posts
0