In INTERNACIONAL, Uncategorized

A Nike captou  a essência do amor e ódio que os fans de basquet  pelo mundo sempre nutriram por kobe Bryant num anúncio que reuniu nomes como Rasheed Wallace, Paul Pierce e Phil Jackson.

O anúncio celebra a forma como Kobe foi odiado – e ao mesmo tempo respeitado pelas adeptos e adversários – pelo que fazia em campo.

O anúncio começa com Kobe Bryant fazendo um cesto no final do jogo num fadeaway, um movimento do basquet que marcou o estilo de Bryant (inspirado em Michael Jordan, sempre seu idolo). O adversário é o Portland Trail Blazers, adversário histórico dos Lakers da era Bryant.

Então, um adepto grita: “Kobe, you suck!”. O público começa a gritar da mesma maneira até que o camisa 24, como um maestro, começa a reger o público a cantar uma versão da música I’ve Been Loving You Too Long (to Stop Now), de Otis Redding só que ao invés de “loving”, dizem “hating”. E  os adeptos com camisas de grandes adversários de Kobe Bryant ao longo de sua carreira começam a cantar – Boston Celtics, Sacramento Kings e Detroit Pistons.

É aí que aparecem as estrelas. Paul Pierce, que enfrentou Kobe Bryant nas grandes finais entre Lakers e Celtics em 2008 e 2010  e Rasheed Wallace  cantam como o ódio deles aumentava por Kobe.

A música cresce com toda os adeptos cantando “I hate you”, até as cheerleaders e Benny the Bull, o mascote do Chicago Bulls. O anúncio ainda faz referência às medalhas de ouro de Kobe Bryant, nas Olimpíadas de 2008 e 2012, com adeptos com as camisas da Espanha e China.

Bryant aparece satisfeito e à vontade, como sempre esteve com a rejeição dos adeptos e adversários. Consciência do génio que é e que sabe que foi odiado por aterrorizar em quadra as equipas que enfrentava.

Uma forma emocionante, simbólica e cómica que a Nike encontrou de homenagear uma de suas maiores estrelas a poucas horas da reforma.

Recent Posts
0