In news

A Adidas está a ter problemas devido ao aumento da demanda de produtos da sua linha de preços médios, a empresa está sofrer com falta de material e isto afectou os seus ganhos no primeiro trimestre de 2019, pois as suas vendas crescerem apenas 4%, e caso a situação se mantenha, a projecção é de que este problema restrinja o crescimento das vendas entre 5% e 8% até o final do ano.

Apesar disso, a marca de material desportivo teve bons números nos resultados do primeiro trimestre deste ano, com um aumento de 40% de suas vendas online e 16% de crescimento das vendas na China. Os lucros operacionais aumentaram 17%.  A queda de vendas de produtos ligados a futebol foi compensada com o crescimento das vendas da linha de corrida. Outra marca do conglomerado, a Reebok teve queda de 6% das vendas.

Estes dados indicam que a nova estratégia traçada pela empresa vem dando resultados, visto que em 2016 foi anunciado que a Adidas começaria a focar em vendas online na China e América do Norte, e a marca alemã está conquistar a quota de mercado das empresas americanas Nike e Under Armour, com uma estratégia de assinar com desportistas e celebridades dos Estados Unidos, como é o caso da Beyoncé, que irá relançar pela marca sua linha de roupas de corrida e se tornará uma parceria criativa da empresa.

Recommended Posts
0