In news

Nas últimas décadas, com o avanço da tecnologia e o acesso à internet cada vez mais universalizado, as redes sociais têm estado a dominar a web e a conquistar cada dia mais adeptos que, sem muita moderação, fazem questão de mostrar como a sua vida é feliz e interessante por trás das telas dos smarthphones e computadores.

Mas será que todos os “likes” feitos no Facebook, Instagram, Snapchat, Twitter e tantas outras redes sociais, visando, quase que única e exclusivamente, que as pessoas reajam positivamente às imagens publicadas, expressam, de facto, a verdade?

Um pacote composto de relacionamentos perfeitos, uma vida saudável, vida social agitada, a melhor profissão do mundo, é publicado diariamente, através de milhares de imagens e vídeos. A questão é se na vida real é mesmo assim.

Um vídeo da Ditch the Label, uma das maiores entidades do mundo que luta contra a descriminarão, que trabalha nos EUA, Reino Unido e México, em parceria com a casa de moda Boohoo, traz uma perspectiva de vida real bem diferente daquilo que se mostra nas redes sociais.

O vídeo juntou várias personagens, em vários momentos e deixa qualquer um identificado com os acontecimentos que desenrolam no vídeo criativo.

De acordo com uma pesquisa divulgada pela Universidade da Califórnia, ano passado, reportou que o cérebro gera uma descarga de dopamina – responsável pelo sentimento de prazer e satisfação que o ser humano tem ao consumir chocolates, se divertir ou ganhar dinheiro – quando uma imagem ou publicação compartilhada nas redes sociais recebe muitos “likes”.

Ainda segundo especialistas, as pessoas estão a modificar o seu comportamento em busca de mais e mais “gostos”, o que, segundo eles, as deixam mais vulneráveis à aprovação alheia. O que, com certeza, explica e fundamenta o vídeo incrível vídeo divulgado pela Ditch de Label.

Recent Posts
0